quarta-feira, 17 de agosto de 2011

A “tolerância” gay na internet

Lia o blog do meu grande amigo evangélico Julio Severo e eis que me deparo com as respostas grosseiras dos fanáticos do movimento gay, refletindo o tipo de metodologia totalitária que há por trás dessa turba organizada.

Convém dizer que este bravo homem cristão está fora do país. A militância homossexual usou de variados meios para censurá-lo e calar a boca de algumas verdades denunciadas no seu blog.

O chefe do movimento gay da Bahia Luiz Mott chegou a divulgar na internet um suposto endereço da residência do militante evangélico, colocando em risco a sua integridade física. Até o Ministério Público Federal entrou na farsa, movendo o processo por um crime inexistente, o de “homofobia”.

Sozinho, e no sentido de resguardar o bem estar de sua família, ele teve que sair do país.

Vejam a natureza das críticas sofridas por Julio Severo recebe em seu blog. Em publicação de seu blog, na data de 14 de agosto de 2011, alguns militantes gays pediram a cadeia para o blogueiro. O crime? Criticar o movimento homossexual. Cabe comentá-lo:
a liberdade de expressão vai até o ponto em que fere a constituição. vc pode não gostar de homossexualismo, mas emitir publicamente esta opinião é ferir o direito de liberdade do outro.
Conde- Não existe nada na Constituição que “proteja” o homossexual de qualquer tipo de crítica. Aliás, nem deve, porque a constituição garante a liberdade de expressão de qualquer idéia, sendo vedado o anonimato e todas as pessoas ou condutas são passíveis de crítica, a não ser que criemos privilégios especiais de opinião aos gays. “Privilégio” que fere a Constituição, que afirma que todos somos iguais perante a lei.

Convém afirmar que, a despeito de sua proibição, o anonimato é usado covardemente para atacar Julio Severo. Liberdade de expressão, pela sua definição, não obriga ao seu opinador a agradar a ninguém. Nada do que Julio Severo diz é mentira ou falsidade. Percebe-se aqui a consciência totalitária distorcida deste militante homossexual.

Ele confunde a mera discordância de uma opinião ou projeto político com a obstrução da própria liberdade. Criticar pessoas, grupos políticos, entidades governamentais, ou seja, qualquer coisa, faz parte da própria democracia, e só uma pessoa muito lunática e com viés despótico é que possa presumir que a mera crítica fira liberdades alheias. Pelo contrário, quem quer ferir a liberdade alheia é o militante gay, que deseja tirar o direito de opinião livre das pessoas.

A inversão esquizofrênica da linguagem é algo que surpreende até um romance de George Orwell. Se o movimento gay pode criticar os cristãos, pode criticar a moral vigente, pode criticar a rejeição à homossexualidade, o mesmo princípio se aplica a todo mundo, que pode criticar também os homossexuais militantes.
Na cabecinha do militante fascista do movimento gay, pode-se usar das prerrogativas do Ministério Público para calar a boca de Julio Severo e demais cristãos, sem supostamente ferir a liberdade de alguém. Porém, criticar o homossexualismo e a ditadura gay virou crime. E ainda essa gente se escandaliza quando é chamada de nazista?
diferentemente, os homossexuais não fazem campanha contra o heterossexualismo, eles apenas pedem para deixar de ser perseguidos e assim poderem viver como desejar.
Conde-Aqui o militante gay mente e muito mal. O movimento homossexual não somente ataca a tradicional família cristã, como também quer criminalizar qualquer opinião em contrário ao homossexualismo.

Mas essa é a natureza psicótica do movimento homossexual: a auto-vitimização neurótica e paranóica com a sanha criminosa e doentia de calar a boca dos dissidentes à força. Ou seja, o repressor das idéias alheias se protege com a própria vitimização neurótica de um perigo inexistente.

O indivíduo que condena o homossexualismo, seja baseado no quer for, até mesmo preceitos religiosos, está ferindo a constituição do país e deveria ser processado.
Conde- O militante gay não é apenas mentiroso, como também burro. Não existe nenhuma prerrogativa constitucional que proíba a crítica aos homossexuais ou ao homossexualismo. Ademais, proibir a crítica ao homossexualismo fere a liberdade constitucional, uma vez que há, além da liberdade de expressão, a liberdade sexual de rejeitar aquilo que não nos agrada.

Pelo jeito, o analfabeto jurídico não sabe nada de leis e fica dando palpite em tudo. No entanto, o Ministério Público, de forma ilegal e delinquente, já criou um precedente jurídico que não existe na lei, a tal “homofobia”.

Aí dá pra entender do porquê de ele repetir uma legislação paralela, que só existe na linguagem totalitária do movimento gay. Onde a Constituição permite algum tipo de processo por crimes de opinião?

Bem, essas são as intenções nazistas do movimento gay, criar um precedente inexistente para a destruição da liberdade de expressão.

Muito confundem liberdade de expressão com poder falar o que quer e o que pensa, mas não é assim. Se pronunciar contra o direito do homosexual viver como quer é crime!
Conde- A Constituição proíbe alguém de falar o que pensamos? De onde esse palerma nocivo tirou essa idéia? Do movimento nazista gay, naturalmente, já que não passa de um fascistinha travestido em arco-íris. O movimento gay criou um precedente digno da pior ditadura comunista: a liberdade de expressão não existe mais.

Pronunciar-se contra reivindicações políticas gayzistas se tornou “crime”. Sabe-se lá de qual legislação? Mas a intenção está clara: a lei “anti-homofobia” ainda nem passou e os militantes homossexuais já querem colocar pessoas na cadeia por crimes inexistentes?!

Criticar a orientação sexual é crime sim senhor !!! Gente como vc merece cadeia !
Conde- Vamos ver se entendi a lógica do “senhorito arrogante” e andrajoso: rejeitar uma conduta sexual agora é crime? Onde está a liberdade sexual para criticarmos a orientação sexual que não nos agrada?

Onde está escrito na Constituição que devemos aceitar compulsoriamente um comportamento sexual sem questioná-lo? Se criticar a orientação sexual é crime, nas palavras do símio acima, então criticar a pedofilia, a zoofilia, a necrofilia, e outros tipos de práticas ou “orientações sexuais” também é crime.

A lógica do movimento gay não é das melhores. Deve ser algo digno do hospício ou do manicômio judiciário.

Volta, fujao, que o MPF vai te colocar num lugar onde vc nunca mais vai escrever coisas que revoltam a comunidade lgbt. Volta fujão!
Conde- Vamos analisar quem é o covarde? Um indivíduo isolado, que tem família constituída, destituído de posses, e que fala a verdade num blog contra milhares de militantes imbecilizados, desequilibrados, sustentados por ongs riquíssimas, pelo dinheiro público e mesmo com a força do Estado, através do Ministério Público, é um covarde?

Não, covarde, é essa criatura que precisa de grupelhos sem situados para se arrogar a usar a palavra contra a parte mais fraca, que é a de Julio Severo. Esse mesmo covarde que, a despeito de toda a estrutura financeira e estatal milionária de apoio ao movimento gay, ainda se esconde covardemente no anonimato, sem a coragem de mostrar a cara!

Esse é o verdadeiro fujão, sem moral, sem cérebro, sem inteligência, sem caráter.

Parabéns! O blog do tsavkko citou seu fundamentalismo e meu blog repostou!
Juntos para fazer as pessoas saberem quem é vc.Conde- Interessante notar o quanto os idiotas falam do “fundamentalismo” sem conhecerem patavina da palavra. Todavia, não seria mal retribuir a palavrinha considerada “politicamente incorreta” aos seus reais praticantes: existe “fundamentalismo” maior quando uma trupe de sodomitas se auto-sacraliza na prática anal, achando que qualquer crítica, dissidência ou mesmo aversão é possível de ir pra cadeia? Inclusive, rasgando ou interpretando a Constituição Brasileira de forma esquizofrênica?
Logo vou postar seus textos anti diversidade religiosa a postar videos que o caio fabio fez sobre vc.
covarde, fujão!Conde- Ao que parece, o “corajoso” é outro que sobrevive no anonimato. O Brasil tem dessas coisas: os “corajosos” são aqueles aliados do governo, do dinheiro público sujo, de ongs riquíssimas, que tentam esmagar indivíduos isolados, mas que guardam a interioridade independente, prontos a morrer pela verdade do Evangelho.

Mas o covarde é sempre assim: é poderoso com os fracos e cachorrinho de madame com os poderosos! O movimento gay, cão de guarda da ditadura politicamente correta, com certeza não pensará diferente. E convém dizer, quem é que leva a sério o Sr. Caio Fábio, bajulador do PT, que depois de ser pego na falcatrua do dossiê Cayman, não passa atualmente de uma espécie curiosa de escroque fracassado?

Eu duvido muito da sinceridade ou inteligência de quem prega a tal “diversidade”. Claro, é a “diversidade” de grupelhos imposta pelo PT, pelos partidos de esquerda, que destróem essa pluralidade quando foge do controle do partido-Estado. Aqui entre nós: fracassar na falcatrua é um ato completo de incompetência!

Até o aliado Lula, que tem menos letras do que o Caio Fábio, consegue ser melhor! O Sr. Caio Fábio é um dos colaboradores desse estado de coisas terríveis que acometem em matéria de corrupção e bandalheira no Brasil, com a promoção desta quadrilha petista no poder.

Divulgação: www.juliosevero.com

1 comentário:

  1. Esses dias li um comentário na internet q embora cômico tem um fundinho de verdade. Dizia assim:

    "Antes, homossexualismo era proibido. Depois, passou a ser aceitado. Hoje, está sendo incentivado... ESPERO MORRER ANTES DE SER OBRIGATÓRIO!!"

    Os líderes do movimento gay um dia encontrarão o equilíbrio, eu espero. Hoje alguns se aproveitam de toda a moda e exposição favorável que possuem para se julgarem melhores que os outros... e isso sim não é aceitável.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...