segunda-feira, 26 de junho de 2017

Estudo demonstra pais gays mais propensos ao abuso sexual infantil


Os cabalistas estão usando os gays para minarem casamento heterossexual e família, um objeto de
longo prazo de seu Manifesto Comunista. Um estudo recente mostra quão perigoso é a paternidade
do mesmo sexo.

por Reality (O noticiário do Real Women of Canada) Edição de Novembro

Crianças educadas por pais do mesmo sexo reportaram 3 a 12 vezes mais alta incidência de abuso sexual do que crianças vivendo com os pais biológicos.

Um estudo acadêmico de julho de 2012, revisado por especialistas no jornal Social Science Research, pelo Professor Mark Regnerus da Universidade do Texas, Austin, descobriu que:

• Filhos de mães lésbicas são aproximadamente 12 vezes mais propensos a dizer que f oram tocadas
sexualmente por um pai ou adulto do que aquelas educados em intactas famílias biológicas;
• 31% daqueles criados por mães lésbicas e 25% criados por pais homossexuais f oram estuprados,
comparados com 8% daqueles educados em intactas famílias biológicas;
• 90% das crianças educados em uma família normativa eram heterossexuais, enquanto 61% educados por uma mãe lésbica e 71% criados por um pai homossexual não eram;
Além disto, filhos criados por pais do mesmo sexo eram:
• Duas a quatro vezes mais propensos a estar em assistência pública;
• Mais de duas vezes mais propensas a ficarem desempregados;
• Duas vezes mais propensos a tentarem o suicídio;
• Mais propensos a procurarem tratamento de doença mental;
• Mais propensos a se engajarem em sexo não-casado;
• Em maior risco de pobreza, abuso de drogas e criminalidade.

DEFENSORES DOS HOMOSSEXUAIS FURIOSOS

Os defensores dos homossexuais ficaram furiosos a respeito deste estudo e como resultado lançaram
um ataque debilitado.

Era imperativo para eles desacreditar esse estudo e destruir a credibilidade do Professor Regnerus.
Conseqüentemente, eles acusaram-no de má conduta científica e acadêmica, possível falsificação da pesquisa e desvio dos padrões éticos.

Por causa da crueldade desses ataques, a Universidade congregou um comitê de quatro pessoas aptas e contratou um expert de fora em “integridade de pesquisa” para conduzir uma investigação.
O Comitê concluiu que nenhuma das alegações contra o Professor Regnerus eram substanciadas, e que não houve má conduta de sua parte.

ACHADO ESSENCIAL NO ESTUDO DE REGNERUS

Crianças necessitam de estabilidade em suas vidas enquanto crescem. Professor Regnerus descobriu que pais que têm relacionamentos do mesmo sexo eram menos aptos a exibir tal estabilidade.

Nesse estudo, crianças criadas por pais do mesmo sexo reportaram a mais alta incidência de viver em
orfanatos, com avós ou vivendo em seus domínios antes dos 18 anos de idade.

Com efeito, menos de 2% daqueles com uma mãe em um relacionamento do mesmo sexo reportaram estar com ela por todos os 18 anos de sua infância e juventude.

A instabilidade das parcerias do mesmo sexo é tamanha que significantes gastos políticos, legais, sociais e econômicos para sustentar tais relacionamentos não pode ser justificados. Nem deveriam as crianças ser utilizadas como instrumentos ou cobaias para além da questionável causa do "casamento” do mesmo sexo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...