segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Homofobia, sabes o que é?

Homofobia é aquilo que cada homossexual quiser. Afinal, a "identidade" gay resume-se à transformação idealista de um desejo e prática sexual, em questão ontológica. Por comparação, é o mesmo que um indivíduo gostar tanto de beber cerveja, ao ponto de considerar a sua identidade e o seu gosto pela cerveja  uma e a mesma coisa. A partir daí, tudo dependerá do humor do cervejófilo. Pode sentir-se atingido pela "cervejofobia" quando é criticado especificamente por beber cerveja, como se isso fosse o mesmo que o criticarem por ser branco ou preto,  e ficar-se por aí. Ou pode não ficar-se por aí, e ver em qualquer um que não gosta de cerveja, um inadmissível preconceito e ataque contra as pessoas como ele, que a adoram.

Com a homossexualidade passa-se o mesmo. Os militantes gayzistas não se contentam em defender o direito das pessoas a não serem presas, torturadas, despedidas, despejadas e criminalizadas em função de conduta  privada livre, ainda que imoral, que seja inofensiva para outros. Se assim fosse, os militantes gayzistas estariam, nesta altura do campeonato, a fazer barulho no Irão ou em Cuba; e não no mundo ocidental livre, onde já têm o direito de viver como quiserem. 

Claro, esse direito não lhes chega. O que eles querem realmente é habitar num espaço onde a maioria não tenha repugnância mas atracção por aquilo que eles adoram. Se as pessoas, na sua maioria, e apesar da forte popularidade do discurso politicamente correcto, na hora h realmente desaprovam e querem estar o mais longe possível da "identidade gay" ( ou seja,  de comportamentos homosssexuais); então, meus senhores, há mesmo algo muito mal com este mundo.
  
Via blogue de Luciano Ayan, aqui fica a compreensível e legítima revolta de um indivíduo, a quem a sociedade recusa o direito ao desenvolvimento da sua personalidade e identidade sexual. Caso exemplar dos estragos causados pelo movimento gay nos cérebros dos homossexuais comuns:


ATENÇÃO


OS VIDEOS ABAIXO CONTÊM LINGUAGEM OBSCENA E ORDINÁRIA.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...