quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Professora pode perder emprego por criticar homossexualidade no facebook

Professora de New Jersey encontra-se no meio de um tumulto depois de alegadamente ter criticado uma imagem que reconhece o "Mês da História LGBT".

A professora, Viki Knox, supostamente colocou comentários na sua página pessoal do facebook onde se referiu à homossexualidade como "um espírito pervertido que existiu desde o princípio da criação" e um "pecado". Alegadamente ela disse ainda que a homossexualidade "multiplica-se como cancro".

John Paragano (advogado) enviou ao distrito o que ele afirma ser uma cópia dos comentários da srª Knox. Durante o fim de semana, Paragano, que alega ter sido contactado por um dos pais do distrito, escreveu ao mesmo distrito apelando a que a professora fosse despedida.

..............

Este desenvolvimento demonstra de forma bem clara o fascismo do movimento político homossexual (gaystapo):

  • Na sociedade actual existe liberdade para criticar todos os comportamentos menos o comportamento homossexual.

Podemos dizer que não concordamos com o acto de fumar e nem com o acto de ingerir bebidas alcoólicas sem temer perder o nosso emprego ou sermos vítimas dos fascistas da gaystapo. Mas críticas à homossexualidade podem ser suficientes para sermos vítimas da polícia do "politicamente correcto".

Reparem que a professora não apelou à "descriminação" e nem à violência. Ela apenas disse que não considera normal um homem ter atracção pelo ânus de outro homem, nem considera normal uma mulher sentir-se atraída sexualmente por outra mulher. Segundo a gaystapo, isto é motivo suficiente para alguém perder o emprego.

A srª Knox, de 49 anos é a conselheira da "The Seekers Fellowship" - grupo de oração da escola secundária. Levando isso em conta, este incidente pode-se transformar num caso em torno da liberdade religiosa a nível nacional.

Os esquerdistas da ACLU, para variar, envolveram no caso do lado certo da questão e alegam que, embora não concordem com os comentários, a srª Knox sob a protecção da Primeira Emenda (que garante liberdade de expressão).

Segundo se sabe, não há nada na 1ª Emenda que diga "Excepto para os professores".


1 comentário:

  1. Realmente é um absurdo isso de se proibir falar dos homossexuais. AS pessoas devem achar bonito o que elas quiserem, ninguém é obrigado a isso.É uma sociedade doentia.Homossexualismo é pecado sim, e Deus condena..

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...