domingo, 24 de abril de 2011

Transgénero maltrata filhos por estes se recusarem chamá-lo de "mãe"

Aparentemente a Coreia do Sul está um bocado atrasada na marcha até à utopia progressista:

Um pai transgénero com 4 filhos foi sentenciado a 2 anos de prisão por violentar os seus filhos por estes se recusarem a tratá-lo por "mãe" . . . O homem de 31 anos, mais tarde identificado como Oh, foi acusado de deixar os seus filhos passar fome e usar violência física contra eles. Um dos filhos é o resultado do relacionamento com uma antiga namorada, e os outros 3 são fruto do relacionamento com a segunda namorada.

Os esquerdistas ainda não possuem o controle total dos tribunais sul-coreanos, uma vez que o Juiz Presidente afirmou:

Embora os réus aleguem que a correcção física foi feita por motivos educacionais e legítimos, a sua conduta não pode ser vista como forma de orientação paterna ou instrução educacional, dados os números, os meios e as razões para a sua violência.

Oh, que tem tomado injecções de hormonas femininos uma vez por semana, levava uma vida normal durante as manhãs, mas agia como uma "mulher" durante a noite como forma de trabalhar no bar transgénico local, segundo documentos legais. Durante o julgamento, ele demonstrou um forte desejo de receber cirurgia de reajuste sexual de modo a tornar-se numa "mulher verdadeira".

As probabilidades do sr Oh se tornar numa "mulher verdadeira" são similares às probabilidades dele se tornar num coiote verdadeiro. Mesmo assim, a história termina com esta nota:

Embora operações de mudança de sexo sejam notícias do passado desde os EUA até à Tailândia, elas ainda são uma novidade na Coreia do Sul, onde as ideias confucionistas de piedade filial e hierarquia dominada pelo homem são fortes.

Vocês têm que se "modernizar", ó coreanos. O sr Oh não queria que os seus filhos crescessem com algum tipo de preconceito contra os esquisitos.

eek a pervert
Calma lá. Não tenhas uma mente tacanha, está bem?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...