quinta-feira, 21 de julho de 2011

É por isto que os esquerdistas avançam com a agenda homossexual

É com profundo pesar que venho anunciar ao blogue o encerramento de mais uma "igreja" pró-sodomia.


As lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros de Halifax estão sem uma âncora espiritual depois da sua "igreja" de 20 anos ter fechado no Domingo. Cerca de 50 pessoas reuniram-se na "Safe Harbour Metropolitan Community Church" na Veith Street para levarem a cabo mais uma cerimónia. A congregação decidiu desmembrar-se no dia 17 de Abril depois duma sessão de votação no encontro geral.

Jane MacConnell, moderadora da "igreja" disse:

Chegamos a um ponto da nossa história onde nos apercebemos que já não conseguiríamos seguir em frente. O motivo maior é o aspecto financeiro.
Vamos vêr se os normais sinais duma igreja que caminha para a extinção estão presentes:
  • Uma mulher como "pastora"? Sim. A "Reverenda" Jennifer Paty e a "Reverenda" Darlene Young..
  • Homofilia? Presente:
"A Safe Harbour foi a primeira igreja na HRM a aceitar lésbicas, gays, bissexuais e pessoas transgéneros."
É importante perguntar se o senhor que se segue se apercebe da ironia das suas palavras:
Desde 1993 que Tim Doufar tem sido membro da Safe Harbour, no entanto vê a dissolução da igreja [sic] como um passo em frente para os homossexuais..... "Agora (os gays) são aceites na igreja da minha zona, a igreja Anglicana."

Doufar disse que é apenas uma questão de tempo até todas as igrejas aceitarem homossexuais.

Aqui convém dizer uma coisa importante: as verdadeiras igrejas Cristãs aceitam todas as pessoas desde que elas estejam em busca do Senhor e se comprometam a abandonar a sua vida de pecado. Portanto o sr Doufar passa ao lado do ponto.

O que as igrejas Cristãs não aceitam são pessoas que vivem no pecado da homossexualidade sem condenaram esse comportamento como pecaminoso e errado, e sem fazerem o mínimo esforço de o abandonarem. Pior, uma verdadeira igreja Cristã nunca nomearia um homossexual assumido como "reverendo" ou "pastor".

Para além disso - e isto pode chocar alguns evangélicos mais "modernaços" - a Bíblia diz de forma bem clara que os líderes das congregações tem que ser homens. Quando igrejas começam a nomear "pastoras" e "reverendas", podemos começar o temporizador e esperar pela morte espiritual dessa "igreja".

Paralelamente, nunca vai chegar o tempo em que todas as igrejas aceitem a homossexualidade como um comportamento normal. Eventualmente, mesmo os "Cristãos" mais tolerantes vão notar que, mal uma igreja começa a abandonar os claros ensinamentos Bíblicos, ela salta para o mesma espiral de morte que matou a Safe Harbor - e está agora no processo de atirar a igreja Anglicana no caixote de lixo da História.

Finalmente: precisamente pelo facto da aceitação da homossexualidade matar ou tornar irrelevante os ensinamentos Bíblicos é que os esquerdistas forçam esse comportamento um pouco por todo o lado. Eles - os esquerdistas - não se podem assumir publicamente como os anti-Cristãos e Cristofóbicos que são e como tal usam os homossexuais como "proxy" do seu ódio. Mas só se deixa enganar quem quiser.

2 comentários:

  1. Podem não assumir "publicamente", em comícios. Mas como circulou no início do mês e eu publiquei aqui: http://www.linharesinformatica.eti.br/blog/?p=301 os esquerdistas declaram-se abertamente anticristãos.
    Ah! Falando em política anticristã, tem outro artigo meu, denunciando a opinião de "homofílicos" sobre as bancadas religiosas: http://www.linharesinformatica.eti.br/blog/?p=142

    ResponderEliminar
  2. Não sei se você é notificado sobre um comentário em uma publicação antiga, mas devo deixar aqui a pergunta- qual é o problema em uma mulher ser pastora? (Você diz "Vamos ver se os normais sinais duma igreja que caminha para a extinção estão presentes: Uma mulher como "pastora"? Sim." e ainda coloca "pastora" entre aspas como se não existissem pastoras... e se ela é mulher, obviamente que é pastora, pastor é que não seria. Ou seja, aspas utilizadas unicamente na tentativa de ridicularizá-las um pouco mais depois de já ter dito que uma pastora, e não um pastor, é um fator na falência de uma igreja.)

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...