sexta-feira, 22 de março de 2013

O choque dos grupos-vítima



Uma cena chocante (e inusitada) está repercutindo nas redes sociais. Um vídeo amador registrado por alunos da Escola Estadual Ignácio Shevinski Filho, localizada no município de Sorriso (396 km de Cuiabá) mostra a surra levada por uma estudante.

A adolescente teria sido espancada por um jovem homossexual da mesma escola porque o namorado dela teria ameaçado o agressor por causa de sua orientação sexual. O ato covarde do rapaz teria sido uma espécie de vingança.

O vídeo, que ao que tudo indica foi gravado com a intenção de mostrar o feito, mostra o rapaz cruzando o caminho da garota num corredor da escola e após uma breve discussão, partindo para agressão.

O adolescente desfere um soco no rosto da garota e continua a bater nela enquanto a mesma desce rolando um barranco. Outros colegas do agressor incentivam-no a bater mais.

Após o ocorrido, pixações foram feitas no muro da escola com dizeres ‘vai morrer’ e outras ameaças.

Em entrevista a uma TV local, a directora da escola, Shirlei Mello, disse que vai levar o caso ao Conselho Tutelar.




Fonte

* * * * * * *
O único homem que pode agredir uma mulher sem que o lobby feminista se manifeste é o homem homossexual.


3 comentários:

  1. Fosse no meus tempos de escolas, ele e seus capangas não sairiam com menos que as pernas e braços quebrados!

    ResponderEliminar
  2. No aspecto principiológico das esquerdas, encontra-se aquele de defender incansavelmente todas as chamadas «minorias desfavorecidas». Neste caso particular, realmente a esquerda é compelida a exercitar uma verdadeira «ponderação de valores», pois as mulheres e os homossexuais são núcleos destas chamadas "minorias", por mais absurdo que seja enquadrar as mulheres desta forma, já que são maioria no mundo (!) Entretanto, no choque "mulheres" e "homossexuais", os homossexuais sempre ganharão precedência. Até porque uma fração significativa das feministas é formada por lésbicas. Veja como exemplo os concursos de Miss no Canadá, onde um transexual acabou sendo incluído apesar dos protestos das mulheres. Veja também como em desfiles de moda os gays maltratam as mulheres, forçando-as a adotar o padrão de beleza anoréxico. Não há como negar. Os gays são uma minoria super-privilegiada, acima até das mulheres.

    Cada vez melhor o blog. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tambem sou dessa opinião, MC. É precisamente por isso que eu acho auto-destruidor as mulheres darem apoio a esse movimento politico (gayzismo).

      Eliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...