quarta-feira, 20 de março de 2013

Homossexuais e feministas argentinos "decepcionados" com escolha do papa

Colectivos de homossexuais e feministas da Argentina expressaram nesta sexta-feira sua "decepção" pela escolha de Jorge Bergoglio como pontífice por sua rejeição ao casamento gay [sic], ao aborto e ao uso de métodos anticoncepcionais.

A secretária-geral da Mesa Nacional pela Igualdade e deputada de Buenos Aires, María Rachid, lembrou que às vésperas da aprovação da lei de casamento igualitário na Argentina, Bergoglio liderou uma cruzada contra a medida, classificada por ele como um "plano do demônio".

O novo papa "também obstaculizou a educação sexual nas escolas, se opôs à distribuição de preservativos e anticoncepcionais para prevenir casos de gravidez não desejada e ao direito das mulheres decidirem sobre o próprio corpo", acrescentou María para a Agência Efe.

"Com estas posições, não acho que a Igreja Católica revise sua abordagem sobre estes temas", lamentou a deputada.

Segundo sua opinião, é necessário fazer "uma reflexão sobre a relação entre Igreja e o Estado e impedir que a Igreja tenha influência no poder político, sobretudo em regiões como a América Latina".

A eleição do ex-arcebispo de Buenos Aires Jorge Bergoglio "demonstra a clara vontade do Vaticano de radicalizar sua posição contrária ao reconhecimento das famílias da diversidade", denunciou a Federação Argentina de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgênero (FALGBT).

Para Esteban Paulón, presidente da FALGBT, "a escolha de quem promoveu uma 'guerra de Deus' contra o casamento igualitário [sic] não pode deixar de nos decepcionar".

"Sua posição radical em torno deste tema, da lei de identidade de gênero e do aborto seguro, legal e gratuito nos impede de sermos optimistas", acrescentou.

Fonte
* * * * * * *
Se os grupos radicais que defendem a decapitação, esquartejamento e queima química de bebés inoceentes são contra Francisco I, então ele está no bom caminho.

2 comentários:

  1. E eles esperavam o que? A chance de algum dia aparecer um Papa que apoie o casamento homossexual, aborto e camisinha é ZERO! NUNCA! JAMAIS! EM HIÓPESE ALGUMA isso vai acontecer alguma dia, tem que ser muito idiota para esperar que isso vai acontecer alguma dia

    ResponderEliminar
  2. A Igreja apoia a abstenção: o único método que funciona a 100% contra a gravidez e contra doenças sexualmente transmissíveis. Deviam ensinar a abstenção em todo o lado, antes de ensinarem outras coisas! O vírus da SIDA (AIDS) continua a aumentar devido à troca de vários parceiros. Se essas pessoas não tivessem relações ou tivessem relações apenas com o esposo/a (e não o traíssem), o vírus podia diminuir rapidamente, por exemplo.
    Mas as pessoas continuam a ter vários parceiros, a casar sem amarem verdadeiramente, a viverem uma vida fútil.
    Nenhum Papa irá apoiar algo contra a vida! Agora pensem!

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...