terça-feira, 24 de setembro de 2013

Cristãos forçados a vender negócio devido ao terrorismo da máfia LGBT

Peter e Hazelmary Bull, donos da Bed & Breakfast em Marazion, Cornwall (Inglaterra) viram-se forçados a vender o seu negócio - o Chymorvah Hotel - depois dum Verão de vendas baixas e uma batalha legal em torno dum caso de "discriminação". O casal Cristão sofreu também ameaças de morte, vandalismo e ataques no seu site (com imagens  pornográficas) por parte de activistas e simpatizantes LGBT.

"O inverno passado foi terrível; nós chegamos a passar fome e a sofrer frio. O Inverno estava a chegar e temíamos isso," afirmou Hazelmary ao Daily Mail. Ela afirmou ainda que eles foram forçados a vender o seu hotel de 9 camas por £750,000, aproximadamente $1,206,075, mas que o dono não acredita que eles consigam receber essa verba.

O casal Bulls afirma também que vândalos removeram as rodas do seu carro e pregaram coelhos mortos na sua cerca. Para além disso, eles reportaram ameaças de morte emitidas contra eles. Juntamente com tudo isto, o hotel perdeu o seu lugar na base de dados Visit England devido à sua posição em favor do casamento natural, o que pode ter também contribuído para um Verão com um menor fluxo de clientes.

A batalha legal teve início em 2008 quando uma dupla homoerótica (numa parceria civil), Steven Preddy e Martyn Hall, alugou *um* quarto mas foram recusados pelo gerente do hotel, Bernie Quinn, quando se apercebeu que a marcação não havia sido feita por um casal mas sim por uma dupla homossexual.

Os Bulls são Cristãos conservadores e não aceitam que duplas não vinculadas num matrimónio tradicional partilhem um quarto no seu Bed and Breakfast. Isto inclui também casais (um homem e uma mulher) que queiram partilhar um só quarto mas que não estejam casados. O site da companhia declara:

Por favor, notem que, como Cristãos, temos uma estima elevada pelo casamento (sendo a união entre um homem e uma mulher para toda a vida, com a exclusão de todos os outros). Devido a isso, embora nós estejamos de braços abertos para receber a todos, as nossas acomodações de duas camas não se encontram abertas para duplas que não estejam casadas.


Os Bulls perdem o julgamento contra Preddy e Hall em 2011 e foram forçados pelo juiz a pagar £3,600 (cerca de $5,782).

Colin Hart, director da organização Christian Institute, afirmou numa reportagem prévia do The Christian Post que a pousada dos Bulls foi "cercada" por duplas homoeróticas (depois do caso se ter tornado público) exigindo quartos de casal (com duas camas), "aparentemente como forma de destruir o seu negócio." No entanto, o juiz afirmou que não havia qualquer tipo de evidências que provassem isso.

Em Agosto de 2012 os Bulls obtiveram o direito de ver o seu caso analisado pelo Tribunal Supremo do Reino Unido. O mesmo será ouvido no dia 9 de Outubro, ao mesmo tempo que o caso de Susanne Wilkinson, que recusou a estadia duma dupla homoerótica no seu "Swiss Bed and Breakfast" em Cookham, Berkshire, em Março de 2010.


Fonte

* * * * * * *
Quão corajosos são os activistas LGBT lançando ameaças de morte para um casal de idosos Cristãos. Nós sabemos que isto não é feito em prol da defesa dos "direitos" dos homossexuais porque NO MESMO país onde este incidente ocorreu, acontecem coisas como as que se vêem a seguir, mas que o movimento LGBT nada faz em relação a isso:

O Este de Londres tem-se revelado como uma das áreas onde os ataques homofóbicos cresceram como em mais nenhuma área de Inglaterra. Toda a gente sabe porquê, mas ninguém quer falar sobre isso. Porque é que ninguém quer falar nisto? ..... Porquê o silêncio?

O silêncio prende-se com o facto de quem faz os ataques. O mesmo link revela:

Há um fenómeno triste que tem ocorrido com alguma frequência em algumas cidades europeias: grupos muçulmanos tem-se dedicado a atacar os homossexuais, quer fisicamente quer em forma de panfletos anti-homossexualidade.

Ou seja, quem está a fazer os ataques são muçulmanos e como tal, os activistas LGBT "não têm tempo" nem "vontade" para lidar com esta situação. No entanto, quando um casal de idosos diz que quartos de casal são para . . . os casais, o movimento homossexual desce sobre eles como se eles tivessem recusado a presença de homossexuais nas suas instalações.

Repare-se que a proibição que vigorava no B&B não se prende com o vício sexual dos sodomitas, mas sim com a definição de casamento. Se um destes homens se apresenta-se como homossexual mas casado com uma lésbica, e pedisse permissão para alugar um quarto de casal, os Bulls não teriam problemas nenhumas em fazer exactamente isso. Do mesmo modo, se um homem e uma mulher sem vínculo matrimonial um com outro requisitassem um quarto de casal, o B&B negaria tal pedido porque os seus quartos só estão disponíveis para os casais vinculados num casamento natural.

Como se pode ver por este incidente, o movimento homossexual em nada está relacionado com a defesa dos direitos dos homossexuais, mas sim com o ataque à liberdade dos Cristãos. O motivo por trás deste incidente é a definição de casamento em si, e não a "liberdade" para estar numa pousada B&B. Para se entender melhor a estratégia por trás do movimento homossexual, aconselho a leitura deste texto..

2 comentários:

  1. Esta ditadura gayzista está infiltrada em boa parte do mundo. O incrível é ver a "minoria" prevalcer sobre a "maioria". É uma questão de (pouco) tempo, para o cristianismo começar a ser proibido... Tudo em nome da sodomia e do prazer sexual de alguns depravados.

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...