segunda-feira, 7 de março de 2011

Rapaz arrisca morte para fugir de violadores homossexuais

Rapaz saudita arriscou ser morto quando puxou abruptamente o travão de mão do carro onde os seus raptores o levavam como forma de impedir ser abusado sexualmente por eles.

Segundo o jornal arábico "Kabar", o rapaz e os violadores ficaram feridos quando o carro capotou duas vezes na estrada principal da zona ocidental de Taif.

A idade do rapaz não foi mencionada mas foi dito que o mesmo havia sido raptado da sua vizinhança em Taif pelos dois homens. Os mesmos agrediram-lhe e empurraram-lhe para o carro antes de saírem da cidade.

Enquanto eles lutam para lhe raptar, o rapaz conseguiu chamar a polícia - mas eles conseguirem por fim levá-lo.

Já no carro, os violadores ameaçaram-lhe com violência física se ele oferecesse resistência....mas mais tarde ele conseguiu ludibriá-los e puxar o travão de mão do carro. Isto causou a que o carro perdesse o controlo e capotasse.


Mais um exemplo de homopedofilia (desta vez vindo do coração do islão). Por mais que os activistas tentem esconder a verdade, o facto é que a cultura homossexual é uma cultura que fomenta a pedofilia. Os homossexuais sabem disso e muitos nem o tentam esconder. O público é que ainda não aceitou esse dado.

Essa preferência por rapazes por parte dos homossexuais explica a desproporcional presença de homossexuais nos casos de abusos de menores, especialmente dentro das organizações cristãs.

Sempre que no futuro ficarmos a saber que um padre é acusado de abuso de menores, existe uma probabilidade na ordem dos 80% do abusador ser homossexual. O Cardeal Bartone correctamente conecta a homossexualidade com a pedofilia, embora outros cristãos estejam relutantes em fazê-lo.

Agora imaginem o que é deixar crianças à mercê de pessoas cujo estilo de vida é marcado pela depravação sexual.

(Fonte)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...