terça-feira, 30 de julho de 2013

Lésbica mata amante

Estudante universitária, de 25 anos, atirou contra a cabeça da namorada, artista plástica de 52 anos..após rompimento da relação. 

Uma artista plástica foi morta com dois tiros na cabeça. O crime ocorreu na tarde de Domingo, em uma chácara na zona sul de Marília. A namorada da vítima foi presa em flagrante, autora do crime passional.

De acordo com informações da PM (Polícia Militar), por volta das 18h, policiais foram accionados para atender uma ocorrência na rua Luis Carlos Dias do Prado, no Recanto dos Nobres, lugar onde uma mulher havia sido atingida na cabeça por disparos de arma de fogo.


No local, policiais visualizaram uma viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que já faziam os primeiros socorros em Sílvia Helena Saraiva Avelino, 52 anos. Posteriormente a vítima foi encaminhada para o HC (Hospital das Clínicas).


Policiais militares entraram em contacto com a namorada de Sílvia, a estudante universitária Alessandra Magro Bacelar, 25 anos. Ela disse que saiu para comparar salgados e quando retornou encontrou a namorada sentada numa cadeira e com ferimentos na cabeça. Ela teria ligado para o Samu relatando o crime ocorrido.


Policiais continuaram perguntando sobre os factos, e Alessandra acabou contando toda a verdade. A estudante relatou que Sílvia queria terminar o relacionamento amoroso entre as duas e por isso efetuou o disparo.


Após o crime, ela escondeu a arma de fogo, mas levou os policiais até o local e entregou um revólver calibre 32, com uma munição deflagrada e duas picotadas.


A autora do assassinato relatou ainda aos policiais militares, que após efetuar os disparos contra a cabeça da namorada, ela tentou tirar a própria vida, mas não conseguiu porque a arma falhou.


Alessandra foi apresentada no Plantão Policial, onde foi elaborado registro do boletim de ocorrência, sendo encaminhada na manhã desta segunda-feira (29) para a Penitenciária de Pirajuí.


A vítima, Silva Helena não resistiu aos ferimentos e morreu no HC, na manhã desta segunda-feira (29).

Este foi o 12º homicídio ocorrido em Marília, de janeiro até o momento. O último registrado foi no último dia 20, quando o jovem Maycon dos Santos de Oliveira, 20 anos, foi encontrado morto na zona sul da cidade, com ferimentos provocados por pedras, na cabeça.

_________

Fonte: http://alturl.com/wangk
..

3 comentários:

  1. Espero que contem as verdadeiras estatísticas dos assassinatos homo, que não numerem esse assassinato como "causa homofóbica", igual costumam contabilizar...
    Que os gayzistas falem a verdade, que não escondam fatos nem omitam dados reias.

    ResponderEliminar
  2. Aqui no Brasil aconteceu um caso recente e horrível em que duas adolescentes mataram uma moça de 18 anos pela mesma razão, escreveram os planos (como iam matá-la, os objetos a serem usados, o que iam fazer depois, etc.) em um papel, foram frias em seus depoimentos e infelizmente só vão pegar 3 anos de prisão, pois aqui no Brasil, os "dimenores" (até 17 anos) só pegam isso e depois ainda saem com a ficha limpa, coisa que a esquerda e os "direitos dus manos" sempre apoiaram.

    ResponderEliminar
  3. Pras estatísticas vai entrar como "homofobia" e "violência contra a mulher".

    ResponderEliminar

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...