quinta-feira, 30 de junho de 2011

Funcionários públicos escoceses não podem usar a palavra "homossexual"

De acordo com novas directrizes orientadoras do governo escocês, os funcionários civis já não podem usar a palavra “homossexual” uma vez que a mesma é considerada "ofensiva" para os homossexuais gays. O documento declara:

Não é aceitável usar a palavra "homossexual" uma vez que, não só este termo é ofensivo para muitos, como foi no passado usado para tornar os relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo ilegais.
É sugerido àqueles que trabalham em concílios, comissão de directores de centros de saúde e empresas públicas para usar a palavra "gay" no seu lugar.

No entanto, John Midgley, fundador da "Campaign Against Political Correctness" disse:

A palavra homossexual seria inofensiva para a maioria da população tal como o seria a palavra heterossexual. É ridículo afirmar que são palavras com conotação; elas apenas são palavras que descrevem uma orientação sexual.

Este tipo de tolice é totalmente contra-produtiva para as boas relações comunitárias.

O documento controverso não só alega que a palavra "heterossexual" pode causar confusão, como sugere que a palavra ‘straight’ deveria ser usada uma vez que é mais reconhecida. As novas regras irão ser aplicadas quando os funcionários estatais questionarem membros do público, clientes, pacientes àcerca da sua sexualidade.

Um porta-voz do grupo homossexual gay Stonewall disse:

Nós temos tendência a não usar a palavra "homossexual" não só porque a palavra aplica-se primariamente aos homens, como também porque é um termo médico ao mesmo tempo que é umltermo legal descrito nas directrizes orientadoras do governo escocês.
O governo escocês defende o documento afirmando que o mesmo é importante como forma de promover oportunidades iguais.

Durante o mês passado o grupo homossexual Stonewall apelou ao governo escocês para alterar a definição de casamento. Em apenas algumas horas, o novo governo começou a ser pressionado pela "Equality Network" para ser consultado em torno do "casamento" entre pessoas do mesmo sexo.

Fonte


Contrariamente ao que alguns pensavam, estas são as consequências da normalização de comportamentos anormais. Isto afecta toda a sociedade, e não apenas os homossexuais.

Agora vamos ser obrigados a deixar de usar as palavras que melhor explicam um certo comportamento apenas e só porque um ou outro activista homossexual se pode sentir "ofendido".

Que outras palavras a gaystapo vai censurar por via governamental? Talvez a Palavra de Deus?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...