quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Militantes homossexuais atacam pastelaria Cristã

A máfia homossexual volta a revelar os planos que têm em mente em relação a quem se opõe à sua agenda sexual.

Activistas homossexuais iniciaram um boicote a uma pastelaria do Iowa por esta se ter recusado a pactuar com o comportamento lésbico ao negar a confecção dum bolo para um "casamento" lésbico.

A dona da pastelaria, Vctoria Childress, apelou às suas convicções Cristãs quando recusou a encomenda. Como consequência desse acto de liberdade de expressão e consciência, os militantes homossexuais locais acusaram-na de ser "anti-gay". (Na imaginário dos activistas homossexuais, ser "anti-gay" é um insulto grave, aparentemente.) Para além disso, a máfia homossexual acusou-a de ser "homofóbica" (seja lá o que isso for) e "intolerante".

Curioso que a gaystapo acuse uma mulher de ser intolerante por não pactuar com a homossexualidade, quando na verdade os únicos intolerantes neste incidente são os activistas homossexuais.

Um blogue português defende que "qualquer dia é obrigatório" [ser/pactuar com a homossexualidade]; eu iria mais longe e diria que já é obrigatório.

Segundo os activistas homossexuais (não confundir os activistas homossexuais com os homossexuais que vivem a sua sexualidade em privado, sem tentar impingi-la à sociedade), todos os comportamentos que visem criticar ou limitar a expressão da homossexualidade são dignas de censura.

Pior, se uma pessoa buscar ajuda profissional para abandonar a homossexualidade, os activistas homossexuais defendem que a pessoa que oferecer tal ajuda deve ser perseguida e ver a sua carteira profissional removida.

Ou seja, segundo a gaystapo, se tu nasces homossexual tens que morrer homossexual - quer tu queiras quer não.

Voltando a história da pastelaria, a senhora Victoria disse:

Eu fui bastante honesta com elas e disse-lhes que eu era uma Crista e tinha convicções muito fortes. Decidi ser honesta em relação ao assunto. Elas disseram que gostaram da honestidade foram-se embora.

Isto resume a nossa troca de palavras.

Mas isto não foi o fim da história. Aparentemente as lésbicas Trina Vodraska e Janelle Sievers entraram em contacto com a gaystapo local uma vez que a senhora Victoria começou a receber email cheios de ódio. Como se não fosse insulto suficiente, os órgãos de informação locais entraram em contacto com ela.

Portanto, estas lésbicas não só revelaram intolerância como foram hipócritas para com a senhora Victoria


Imaginem viver num país que tem tal desprezo pela liberdade que as simples padeiras ou pasteleiras confeccionem os seus bolos, não de livre vontade, mas sob ordens burocráticas.


lesbian-wedding-cake
Comprar o bolo noutro lugar seria uma oportunidade perdida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto.
6. Não responderás só com links.
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.
.......
Os editores do blogue reservam para si o direito humano de remover comentários que não estejam de acordo com o propósito e a política do mesmo.

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...